Como posicionar o seu e-commerce nas redes sociais

como-posicionar-o-seu-ecommerce-nas-redes-sociais

Como posicionar o seu e-commerce nas redes sociais

Olá pessoal, hoje o nosso artigo será como você poderá utilizar as redes sociais em prol do seu e-commerce.

Existem inúmeras redes sociais, com formatos e funcionalidades diversas para atender a um público-alvo específico. Antes de sair por ai criando vários perfis em diversas redes sociais, o seu e-commerce não precisa estar em todas elas, antes de tudo, você precisa se planejar, conhecer o seu público-alvo e saber “onde” ele está.

A dúvida de muitos é: Em qual rede social eu devo entrar? O que fazer em cada uma delas? Para responder a essas perguntas, desenvolvemos esse artigo.

Antes de qualquer coisa, é preciso saber que o consumidor mudou. Antes os consumidores eram passivos, ou seja, compravam um determinado produto que era divulgado nos meios tradicionais (tv, rádio, revistas…) de forma isolada. Hoje em dia, através das redes sociais, os consumidores estão conectados, podendo expor suas opiniões e questionamentos a respeito de algo.

As redes sociais se apresentam como uma excelente opção para fixar a sua marca na mente dos consumidores e gerar um ótimo relacionamento.

Uma dica importante é você sempre manter um padrão nas redes sociais em que seu e-commerce está, inserindo a mesma foto de perfil (de preferência sua marca) e descrições coerentes com o seu negócio.



Confira também: 5 dicas para você conquistar a primeira venda em sua loja virtual hoje mesmo


Devo investir em redes sociais?

A resposta é SIM.  De acordo com o relatório Digital, Social e Mobile de 2015, feita pela agência de marketing social We Are Social, quase a metade da população brasileira está ativa em alguma plataforma social: são 47% das pessoas.  Além disso, os brasileiros gastam em média 650 horas por mês em redes sociais. Incrível né?

Outro resultado de pesquisa, dessa vez desenvolvida pela PricewaterhouseCopers (PwC) Brasil, realizada em 2015, 77% dos brasileiros informaram que as redes sociais influenciam a decisão de compra, através dos comentários de amigos ou de desconhecidos que apareciam nas páginas das empresas.

A mesma pesquisa mostrou que 39% dos entrevistados também tinha o comportamento de acompanhar marcas nas redes sociais e 35% assistia a vídeos sobre marcas nestas mídias. As redes sociais favoritas foram o Facebook (citado por 79% dos entrevistados), Google Plus (47%), Youtube (39%), Twitter (17%) e Instagram (14%).


Em quais redes sociais eu devo estar?

Isso vai depender do perfil do seu público-alvo.  Primeiramente defina quem é o seu público-alvo, qual o formato da linguagem, faça uma pesquisa com os concorrentes para depois definir em qual rede social você vai atacar.

Listamos abaixo, as principais redes sociais em que o seu e-commerce deve estar.


Facebook

Como todos sabem, é a rede social líder em acessos em todo o mundo, sendo o Brasil o terceiro país com maior número de usuários, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e Índia.

Para seu e-commerce se destacar nessa rede social, você pode adotar algumas estratégias como humanizar sua marca, produzir conteúdo relevante e que utilize uma linguagem que se identifique com seu público-alvo, manter uma consistência nas postagens, fazer postagens sobre seus produtos, agregando valor à marca, divulgar promoções (com menor frequência) e manter um contato direto com sua audiência.


Instagram

Se seu e-commerce tem produtos com apelo visual muito forte (moda, decoração, gastronomia…), essa rede social é o local ideal para o seu negócio.

As fotos publicadas no Instagram geram 15 vezes mais engajamento do que os posts no Facebook. Para otimizar ainda mais os resultados, utilize as famosas hashtags (com moderação,  é claro) para atrair mais seguidores.

Outra dica bem interessante é você inserir a principal palavra-chave do seu negócio no nome do perfil da sua empresa (Ex.: Dafiti – Ecommerce de Moda), pois isso fará com que o seu perfil fique mais bem posicionado no buscador da rede social.


Twitter

É a terceira rede social mais popular do Brasil. É conhecida por ser mais objetivas que as demais (devido ao número limitado de caracteres).

Com certeza, essa NÃO é a rede social ideal para você publicar fotos e informações muito longas a respeito de seus produtos.

Essa rede social é ideal para você manter um contato mais próximo com os seus seguidores em tempo real.


Youtube

Se você produz vídeos, essa rede social é ideal para o seu negócio, caso não produza, comece hoje mesmo.

Os vídeos geram muito mais engajamento e interesse entre os visitantes, além de contar com um alto poder de viralização.

Invista em materiais educativos ensinando como utilizar e montar determinados produtos, produza vídeos institucionais mostrando o valor/conceito de sua marca.


Snapchat

A terceira rede social mais queridinha entre os millennials (nascidos entre 1980 a meados de 1990).

O que vale nessa rede social é mostrar o cotidiano do seu e-commerce através de micro-vídeos que serão apagados após certo tempo.


Google Plus

Apesar de não ter muita aceitação do público brasileiro, o interessante dessa rede social é a melhor indexação do seu e-commerce no buscador do Google.

Através do Google Plus, você pode criar hangout para tirar as maiores dúvidas de seus clientes.

Sobre as postagens, você pode utilizar os mesmos conceitos do Facebook.


Pinterest

Assim como no Instagram, se seu e-commerce apresenta um apelo visual muito forte, você não pode deixar de utilizar essa rede social.

Através do Pinterest, você pode criar coleções por categorias de produtos, cupons de descontos e fazer pesquisa de mercado.

Por hoje é só pessoal, espero ter ajudado vocês a escolherem qual a melhor rede social para o seu e-commerce. Caso ainda tenha alguma dúvida, sugiro começar pelo Facebook, pois é a rede social mais universal de todas.

Até a próxima!